A hora do basta: união pela igualdade

A hora do basta: união pela igualdade

Tem horas que não dá para ficar calada. Depois de 24 horas meio sem saber o que sentir e o que pensar (meio “coisada”, como falei em um post ontem), eu descobri o que sinto……DETERMINAÇÃO em fazer a minha parte, por menor que seja, para a construção de um mundo melhor.

A questão do racismo emergiu muito forte nos últimos dias a partir do assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos mas não é só para lá que devemos olhar. Aqui, em nosso país, essa questão também é real e estrutural no cotidiano. E cabe a todos nós, juntos, darmos um basta nisso.

Ter respeito e consideração ao próximo não é uma questão de gentileza, é uma questão de humanidade básica, indispensável para vivermos em sociedade na “terça”, quarta- feira, amanhã e sempre.

Nossas atitudes coletivas determinam como o mundo é todos os dias. Vamos fazer dele um lugar mais justo para todos.

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.